X

Abelardo Zaluar

13 de agosto - 24 de setembro de 2022

ABELARDO ZALUAR

Rigor e Emoção


Acesso ao folder da exposição

Nessa exposição a Arte132 une-se à Danielian Galeria de Arte, sediada no Rio de Janeiro, para trazer ao público paulista um conjunto de obras do fluminense Abelardo Zaluar. Uma parceria que é especialmente auspiciosa para o circuito cultural pelo fato das duas galerias desenvolverem um trabalho que transcende o aspecto comercial, realizado através de ações institucionais apoiadas em séria pesquisa.

Apesar de sempre ter participado ativamente do circuito cultural, Zaluar nunca se filiou a nenhuma corrente, e abraçou o abstracionismo geométrico de uma forma tão particular que tornou sua obra única. Entre as singularidades de seu trabalho está a incorporação das linhas do barroco à geometria, beirando a sensualidade.

O conjunto de obras aqui apresentadas evidencia o processo criativo do artista e a hibridação de técnicas que marca sua trajetória, na qual ele utilizava, sem hierarquia, giz de cera, óleo, acrílica e colagem. Sempre manteve intacta a presença do grafite e do traço, como um lastro – mesmo em meio à progressiva irrupção da cor.

A originalidade da produção de Abelardo Zaluar é, ao mesmo tempo, a sua maior qualidade e o motivo do seu apagamento. Sem nenhum par, sua obra não se encaixa nas gavetas da crítica de arte até agora disponíveis – mas oferece ao espectador uma dupla fruição: uma mescla rara de rigor e emoção.

 

Denise Mattar


Obras

Imagem à esquerda: Abelardo Zaluar, Astral Ocre, acrílica sobre madeira,  70 x 70 cm, 1976

Imagem à direita: Abelardo Zaluar, Refletido, acrílica, grafite e cartão sobre madeira, 70 x 70 cm, 1974

Imagem à esquerda: Abelardo Zaluar, Open Shape in Red, acrílica, vinil, grafite sobre eucatex, 95 x 95 cm, 1970

Imagem à direita: Abelardo Zaluar, Open Shape in Yellow, acrílica, vinil, grafite sobre eucatex, 95 x 95 cm, 1970

 

Abelardo Zaluar, Fragmento, vinil, grafite e cartão sobre madeira, 35 x 70 cm, 1971

 

 

Abelardo Zaluar, Tríptico das Pontas Roxas, vinil, grafite e cartão sobre eucatex, 47,5 x 144,5 cm, 1972

 

 

Imagem à esquerda: Abelardo Zaluar, Oratório (Arco duplo), acrílica, grafite e cartão sobre eucatex, 70 x 70 cm, 1973

Imagem à direita: Abelardo Zaluar, Sem título, vinil e grafite sobre eucatex, 48 x 58 cm, 1975

 

Imagem à esquerda: Abelardo Zaluar, Lâminas Iluminadas, acrílica, grafite e cartão sobre madeira, 70 x 70 cm, 1972

Imagem à direita: Abelardo Zaluar, Divisa, vinil sobre eucatex, 50 x 50 cm, 1977

 

Imagem à esquerda: Abelardo Zaluar, Progressivo, óleo e grafite sobre eucatex, 70 x 70 cm, 1977

Imagem à direita: Abelardo Zaluar, Lance, acrílica e grafite sobre aglomerado de madeira, 50 x 50 cm, 1977

 


Vistas da Exposição | 13 de agosto a 24 de setembro de 2022